Piaget é provavelmente dos autores e investigadores mais reconhecidos e populares no tema do desenvolvimento humano. Mas quais as suas propostas?

Uma das mais populares propostas de Piaget, é que segundo ele e à semelhança de outros autores como Freud e Erickson, o desenvolvimento ocorre por estádios. Cada estádio segundo este existe um “salto” qualitativo na compreensão e apreensão da realidade.

Piaget propõe que o desenvolvimento ocorre mediante 5 estádios:

Estádio sensório-motor (0 até aos 2 anos)- Neste estádio, segundo Piaget, a criança não possui a capacidade mental de representar objetos e/ou ações. Com esta ausência de capacidade, a criança não consegue prever a consequência das suas ações. Neste período a “Inteligencia” é essencialmente prática, trabalhando diretamente através das perceções (símbolos) e das ações (motor), daí o nome do estádio. A realidade que a criança vê é a única que existe (para ele), por isso, no momento que um objeto ou pessoa sai do seu campo visual, na perspetiva da criança, simplesmente deixou de existir. Neste período surge a primeira manifestação da linguagem, a ecolalia (repetição de silabas e/ou palavras). As silabas “aua” (por exemplo), para dizer “água”, por sua vez com o intuito de querer beber água.

Estádio pré-operatório (2 aos 7 anos) que se pode dividir em dois subestádios:

O Período Simbólico (2 aos 4 anos)- neste período, surge a linguagem, o desenho, a imitação, etc. Neste período é possível construir imagens mentais de objetos e/ou ações. Pode adaptar objetos a brincadeiras, uma caixa num carrinho (por exemplo). Surgimento de monólogos que refletem o dialogo interno. Eventualmente são atribuídas a objetos cateterísticas humanas, além de surgir o nominalismo, dar os “seus nomes” às coisas que não conhece.

O período intuitivo (4 aos 7 anos) – Neste período, surge o desejo de compreensão e de explicação, começa aqui “a idade dos porquês”. A criança faz perguntas o tempo todo, tem ansia de compreender o mundo e a realidade à sua volta e dentro de si. A criança neste período, começa a distinguir entre a fantasia e a realidade. Podendo “representar” a fantasia sem acreditar nela. Consegue construir grupos e/ou conjuntos, porém tem dificuldade em dividi-los em subconjuntos. Ainda não é capaz de manter uma conversa longa, mas já responde de forma adequada às perguntas.

Estádio operatório-concreto (7 aos 11 anos) – Neste período são consolidados conceitos como o de substancia, peso, volume, numero, etc. Capas de ordenar elementos seguindo determinadas características. Já compreendem regras, sendo fieis a elas, estabelecendo compromissos. Já possui uma linguagem socializada e diversificada, porém é-lhes difícil encontrar uma conclusão comum, mediante dois pontos de vista distintos.

Estádio operatório-formal (a apartir dos 11 anos) – Ultimo estádio de desenvolvimento segundo Piaget. A inteligência torna-se hipoterica-dedutiva e lógica, conseguindo facilmente prever consequências, ou visualizar objetos, sem a necessidade de executar as ações ou que os objetos estejam presentes. Capaz de chegar a unanimidade, através se pontos divergentes, podendo também trabalhar com metáforas. Conseguindo estabelecer relações de cooperação e reciprocidade.

É importante referir que esta proposta de Piaget, é sujeita e inúmeras criticas, uma das quais baseia-se que o desenvolvimento humano não termina aos 11 anos, por isso alguns autores são adeptos de um estádio Pós Formal, que compreende a idade adulta e a terceira idade.

 E você, conhecia os estádios de Piaget?

Temas relacionados: A Importância da Psicologia ; Como “Reciclar” Sofrimento em 4 Etapas ; Deus: Acreditar ou não Acreditar ; 9 Dimensões para Desenvolver a Criatividade; 12 Crenças Irracionais de Ellis; Luto: 5 Fases Fundamentais; Efeito Psicológico do Desemprego ; 6 Dicas para Educar com Limites ; Aprendizagem: 3 Regras para uma Estratégia Eficaz ; BIRRAS: 6 Conselhos Úteis ; Bullying: 5 Medidas Essenciais para a sua Prevenção e Controle; Psicologia Educacional ; 5 Princípios Funtamentais na Educação para a Resiliência

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+

 

Sem Spam

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!