Estima-se que aproximadamente 45% a 58% de todos os pacientes que fazem tratamentos dentários, mostram sintomas de ansiedade seja em ambiente de consultório ou mesmo antes de entrar nele. Para alguns, estes sintomas são bastante graves e são expressos como uma fobia que pode levar à negação do tratamento dentário, resultando obviamente na deterioração da saúde dentária dos pacientes.

 

A hipnose é reconhecida como sendo muito eficaz no tratamento das ansiedades e fobias deste tipo. Também tem tido um sucesso comprovado em outros tratamentos dentários bem como em ajudar o paciente a seguirem as recomendações para uma melhor higiene dentária.

 

Segue-se uma lista de outros problemas neste contexto nos quais a hipnoterapia pode ter uma intervenção muito útil:

 

– Fobia dentária – injeções, sons, cheiros, claustrofobia, negação e vómitos.

– Controlo do sangramento e da salivação durante o tratamento dentário.

– Cirurgias – controlo da dor.

 

Os pacientes podem ser motivados e encorajados a seguirem as recomendações de higiene oral do dentista, através de sugestões diretas, pseudo-orientações e auto-hipnose.

 

Em odontologia, talvez mais do que noutro campo qualquer, pode acontecer que a expectativa do paciente em relação à dor e, deste modo, à perceção da dor, não guarda relação com a importância real da estimulação fisiológica. Não é nada de estranhar que os medos, ansiedade e as fobias que o paciente projeta sobre este tipo de procedimentos, exercem um notável impacto sobre a experiência da dor.

 

Contudo, a odontologia moderna já é bastante consciente da componente sensorial da dor e conhece diversas modalidade para o reduzir. Lamentavelmente, nem todos os dentistas têm uma formação similar no que respeita à manipulação da componente afetiva da dor.

 

Na odontologia, a aplicação da hipnoterapia pode ser sumamente eficaz.  Contrariamente ao que ocorre na maioria das técnicas psicológicas, esta ”nova” técnica pode ter vários agentes capazes que aplicar a hipnoterapia no foro do tratamento: o paciente (auto-hipnose), o dentista ou outro membro da equipa.

Autor: Luis Coxo

E você, tem medo do Dentista?

Posts Relacionados: Glândula Pineal: Funções Paranormais? ; Descodificando o Segredo: Lei da Atração ou Efeito Pigmaleão? ; Cérebro: Masculino Vs Feminino ; NeuroPsicologia: O Cérebro Humano ; NeuroPsicologia: Linguagem ; 8 Verdades sobre o Cérebro; Hipnose ; Psicologia e Meditação: Um Instrumento Complementar ; Aprenda a Meditar em 6 Passos ; Inconsciente: O local das “Verdades”?; Hipnose

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+