Como é evidente, existe uma forte interação entre o corpo e a mente. Assim sendo, cuidando do corpo, podemos estar a cuidar da mente.

É inegável a interação e interdependência entre o corpo e a mente. Pensamentos, crenças, atitudes e comportamentos influenciam o corpo e a forma como nós o sentimos, da mesma forma como tratamos o corpo poderá refletir-se no cérebro.

Irão ser descritos então, alguns alimentos que beneficiam não apenas o corpo, mas também a mente.

Café-Apesar de alguns efeitos secundário derivados da ingestão de café, os cientistas acreditam que a cafeina e os antioxidantes contidos no café são “protetores cerebrais”. Um estudo sobre mais de 1400 sujeitos consumidores de café, concluiu que as pessoas que bebiam entre 3 a 5 chávenas de café por dia, com idades compreendidas entre 40 e 50 anos, tinham 65% menos probabilidade de desenvolver a demência de Alzheimer, em comparação com os que tomam menos de 3 chávenas.

Chocolate – O chocolate, além de contribuir com o “combustível cerebral” a glicose e o glicogénio, o consumo de 10 gramas de chocolate por dia, ajuda a proteger contra a perda de memória relacionada com a idade, os responsáveis são os polifenóis do cacau que aumentam o fluxo sanguíneo no cérebro.

Espinafre – As folhas do espinafre possuem nutrientes como a vitamina E, K, que previnem o desenvolvimento de demência. Um estudo de 2006, concluiu que ingerir espinafres frequentemente ás refeições pode prevenir/atrasar o declínio cognitivo até 40%. Se temperado com azeite, a absorção das vitaminas E e K , são otimizadas/maximizadas.

Nozes – As nozes possuem alto teor em antioxidantes, o consumo de nozes diminui o efeito nocivo dos radicais livres sobre o DNA das células cerebrais, prevenindo o desenvolvimento de tumores bem como a perda de capacidades cognitivas. O consumo de nozes reverte parcialmente o envelhecimento cerebral. Uma dieta à base de nozes, aumenta a eficiência das habilidades cerebrais, com uma melhora significativa na memória e na coordenação motora.

Ovo- Considerado por muitos investigadores, o alimento mais completo, por possuir um pouco de tudo o que é necessário para a vida. Os ovos possuem colina, uma substancia que participa na formação e reparação de células cerebrais. O consumo do ovo produz acetilcolina, um neurotransmissor fundamental para a memória e consequentemente para a aprendizagem. Previne depressões, além de facilitar e otimizar a comunicação inter-neurónios.

Peixe – O Peixe é importante para o funcionamento , este além de antioxidantes que previnem a desenvolvimento tumores e o envelhecimento cerebral. Preserva as bainhas de mielina que contribuem para uma comunicação eficiente do cérebro, prevenindo e atrasando a demência de Parkinson. É também fonte de zinco e selênio que estimulam o cérebro e diminuem o cansaço.

E você, como se alimenta?

Temas relacionados: Programação Neurolinguística ou PNL: O que é?; 8 Mecanismos de Defesa; Descodificando o Segredo: Lei da Atração ou Efeito Pigmaleão? ; Cérebro: Masculino Vs Feminino ; NeuroPsicologia: O Cérebro Humano ; NeuroPsicologia: Linguagem ; 8 Verdades sobre o Cérebro; Hipnose ; Psicologia e Meditação: Um Instrumento Complementar ; Aprenda a Meditar em 6 Passos ; Inconsciente: O local das “Verdades”?

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+