Marketing Pessoal é uma área de fortes influencias da psicologia, porém o que difere o Marketing  do Marketing Pessoal é simplesmente o facto que o produto somos nós.

O Marketing é uma área que pretende valorizar e vender o produto, bem como elaborar estratégias de chegar ao consumidor e conseguir que este goste do produto e fidelize-se à marca.

Como a por de trás das organizações estão pessoas e o consumidor são pessoas, o marketing sofre uma forte influência da Psicologia. Visto ter que pegar num produto e transforma-lo numa necessidade do consumidor.

O Marketing Pessoal distingue-se do Marketing “tradicional” pela natureza do produto, pois no Marketing Pessoal o produto somos nós. O Marketing Pessoal define a forma como nós “vendemos”, ou melhor, define a forma como vendemos os nossos serviços.

Existem então vários princípios de base, cada um deles, abrange uma parte do plano de marketing pessoal, eles são:

A saúde – A saúde influencia-nos não apenas ao nível físico mas psicológico, logo é transversal à nossa personalidade e aos nossos comportamentos e atitudes. Previne-se das doenças físicas e psicológicas.

O visual – Tal como qualquer produto, o visual é fundamental para chamar a atenção do consumidor. O embrulho é fundamental para a aproximação ou distanciamento do consumidor. O produto pode ser prefeito, mas se não chamar a atenção do consumidor não vale de nada.

Currículo- Personalize o seu currículo. Distingue-o das restantes pessoas. Fale várias línguas. Forme-se, especialize-se. Junte um conjunto de formações único, distinguindo-se.

Valorize-se – Torne o seu dia-a-dia extraordinário. Otimize a gestão do seu tempo. Seja positivo e bom humorado, evitando emoções e sentimentos negativos. Seja bom comunicador, faça com que as pessoas gostem de o ouvir. Não negligencie princípios éticos e morais. Respeite as pessoas à sua volta. Resolva rapidamente os seus compromissos e responsabilidades. Seja um bom exemplo.

Valorize a sua Marca – Tenha confiança em si próprio. Invista em si, continue sempre aprendendo. Instrua-se. Leia muito. Valorize-se não abdicando da sua humildade. Consiga ter uma conversa interessante sobre qualquer tema.

Divulgue a sua Marca – Apresente-se, diga o seu nome e o que faz. Conheça pessoas. Construa uma rede de contatos. Seja ativo e participativo nos eventos sociais.

Valorize as suas Qualificações – O valor do seu serviço tem de refletir o seu valor. Faça o seu trabalho algo impressionante. Quando errar, admita. Aprenda com os seus erros e com os dos outros. Evite respostas ou comportamentos impulsivos e irreflexivos.

Planeando o Sucesso – Faça uma auto-analise SWOT. Estabeleça objetivos e metas. Estabeleça um cronograma de ações. Seja rigoroso, faça tudo o que lhe for possível. Não seja preguiçoso ou procrastinador.

Administrando o Sucesso – Ignore os incomodados com o seu sucesso. Prove o que tem que provar para quem tem que provar, ignore as pessoas que questionam e põe a sua competência e qualificações em causa. Seja sempre um exemplo de dedicação. Recompense todos os que o ajudaram.

E você, já fez o seu plano de Marketing Pessoal?

Artigos relacionados:  6 Passos para Maximizar o Potêncial de Empregabilidade ; Programação NeuroLinguística Cérebro: Masculino Vs Feminino; ; NeuroPsicologia: O Cérebro Humano ; Marketing e Psicologia ; Marketing e Psicologia: 6 Pontos para Seduzir o Verdadeiro Decisor ; Como Definir Objetivos : Ferramenta SMART ; 8 Dicas para Gerir Melhor o Seu Tempo

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+