Se supostamente partilhamos a mesma realidade, porque não expressamos as emoções de formas semelhantes e nos mesmos momentos? A resposta está que não partilhamos todos a mesma realidade, pois cada um de nós possui uma realidade distinta constuida por si mesmo. Todos nós em determinados momentos, ficamos com as emoções à flor da pele! Algo ou alguma coisa acorda as nossas emoções, boas ou más! Por mais que estejam adormecidas, elas expressam-se! Por mais controle que tenhamos, existe sempre coisas e momentos que nos fazem rir, chorar, que nos emocionam!

As emoções são transversais à existência de qualquer ser vivo! Segundo Damásio, até as plantas possuem emoções. Elas são essenciais à vida e à sobrevivência. O medo, a surpresa, a tristeza, o nojo, a alegria, raiva são as emoções básicas e universais ao ser humano.

Mas porque não temos as mesmas emoções nos mesmos momentos? Porque cada um de nós expressa as emoções de forma diferente e em momentos diferentes?

“As coisas não são como são. As coisas são como somos!” e devido este facto, cada um de nós dá importância diferente a momentos diferentes.

Nenhum momento só por si tem significado. Somos nós que atribuimos significado a esses momentos. Esse “significado” é atribuido inconscientemente, sem que nós próprios tenhamos consciência.

Quantas vezes determinada pessoa nos “desperta emoções” positivas e ou negativas?  Esse fenómeno deve-se não só às nossas memórias, experiência de vida, mas também ás nossas necessidades e interesses! Por mais que você goste ou não goste de uma pessoa, existirá sempre alguém que terá uma opinião distinta, muitas vezes até contrária. Se isso é assim, as emoções que essa pessoa desperta em si, devem-se mais a nós mesmos do que a essa pessoa! Senão, iria despertar as mesmas emoções em todas as pessoas. O Freud fala em transfêrencia e projecção, vermos nos outros uma parte de nós e por esse motivo essa pessoa nos desperta emoções.

Quantas vezes um determinado filme fica-nos marcado, até mesmo nos emociona, enquanto para outra pessoa, esse mesmo filme, não é nada de especial? Emociona-nos momentos do filme que têm semelhanças com a nossa vida ou com as nossas necessidades. Repare os seus filmes preferidos, repare a historia desse filme, a historia da personagem principal, tem semelhanças com a sua? Muito provavelmente terá!

Porque memorizamos determinados momentos, pessoas, frases, enquantos outros passam-nos desapercebidos? A atenção é movida pela emoção, tal como a aprendizagem!  Isto faz com que foquemos e memorizemos, essencialmente o que mais nos emociona.

Embora o estimulo que desencadeie a emoção seja consciente, o porquê desse estimulo desencadear, essa emoção é inconsciente.

A proxima vez que sentir raiva por alguem ou se sentir bem perto de alguem, sem perceber o porquê. “Olhe” para essa pessoa e olhe para você! É possivel que encontre pontos interessantes, semelhantes! Talvez não com o seu presente, mas observe o seu passado e os projectos do seu futuro.

E você, quais os momentos que despertam mais emoções em você?

Related Post