Os Objetivos estão presentes em todas as áreas da nossa vida, bem como em todas as profissões. Um objetivo bem definido, faz com que seja mais fácil alcança-lo e ser obter sucesso. Mas como definir bem um objetivo? Será que a sua definição, influencia a probabilidade de o alcançar?

Um Objetivo, refere-se a algo a alcançar, a um fim a atingir, e nesse sentido é sinónimo de alvo. Assim, este pode ser considerado o concluir de um percurso ou caminho, já que todo o objetivo tem uma forma, maneira, estratégia. Deduz-se então que existem várias formas de atingir o mesmo objetivo, isto é, podemos optar por vários caminhos para chegar ao mesmo situo. Logo, caminhos mais fáceis de percorrer, serão percorridos mais rapidamente, com mais segurança e despendendo menos esforço. O mesmo acontece com os objetivos, um objetivo bem definido, aumenta as probabilidades de sermos bem-sucedidos.

Para um objetivo ser bem definido ele deve ser SMART, para quem não sabe esta é uma ferramenta que permite definir bem objetivos. SMART é um conceito (inglês) mnemónico, em que cada letra remete para um termo.

S(specific) –Especifico- Torne os seus objetivos o mais específicos possíveis. Não adianta definir “ Quero ser bem-sucedido!”, “Quero ser feliz!” ou “ Quero ser rico”. Qualquer destes objetivos é muito vago e subjetivo, conceitos de bem-sucedido, feliz, rico, são ambíguos e subjetivos, isto é, varia de pessoa para pessoa, podendo variar na mesma pessoa entre momentos diferentes. Assim, o seu objetivo tem de ser específico, o mais possível. Por exemplo: “ Quero perder 3 Kg”.

M(measurable) –Mensurável – Os seus objetivos devem ser mensuráveis. Isso permite a qualquer momento saber o que já percorreu e o que falta percorrer do caminho. Deve ser passível de ser analisado em termos de valores ou volumes. Por exemplo : “Quero ganhar mais 50% do que ganho” ou mesmo o exemplo do parágrafo anterior.

A (attainable) – Atingível – Torne os seus objetivos atingíveis, nem que para isso divida um objetivo grande/geral em vários mais pequenos. A possibilidade de concretização deve estar presente. Estes não devem ser muito fáceis ou muito difíceis, senão irá ter consequências na motivação.

R(relevant) –Relevante – Os objetivos devem ser relevantes e realistas. Para isso deve-se ter como base os recursos disponíveis. Devemos então ter conhecimento dos recursos disponíveis ou passiveis de serem mobilizados e com base nesse conhecimento definir o objetivo. Um exemplo claro: Uma pessoa com 50 kg não se pode propor perder 50 ou mais. Seria algo impossível de acontecer.

T(time-bound) – Prazo – Os objetivos devem ser definidos em termos de prazos e/ou duração. Deve-se definir um tempo limite para o comprimento do objetivo ( ou para a reformulação do mesmo, caso não seja atingido). Um exemplo: “Quero perder 3 Kg nas próximas 2 semanas”. A definição de prazo, permite regular as energias ( no exemplo anterior repartindo-as por duas semanas).

Redefina os seus objetivos, através desta ferramenta, provavelmente verá uma grande diferença no sucesso, bem como na motivação. Reestruture a sua vida, comece pelos seus objetivos.

E você, já redefiniu os seus objetivos? Tem dificuldade com a ferramenta SMART?

Autor: Jorge Elói