Atualmente no mundo cada vez mais competitivo em que vivemos, marcar a diferença é fundamenta. Daí o objetivo do Plano de Marketing Pessoal.

O marketing nos dias de hoje é fundamental, ele é um processo social que permite a troca de interesses entre empresas e consumidores pela produção de produtos ou pela oferta de serviços. O plano de marketing é essencial a qualquer organização, com ou sem fins lucrativos. O marketing vai muito além da publicidade e propaganda, é um meio pelo qual o cliente se fideliza.

Até podemos ser o melhor produto do mundo, mas se não nos damos a conhecer, ninguém nos dará esse valor.

À semelhança do marketing “empresarial” o marketing “pessoal” é igualmente importante, partindo do princípio que nós somos o nosso próprio produto, o marketing pessoal está baseado no desenvolvimento de um conjunto de ações que permitam atingir objetivos a vários níveis. O Plano de Marketing define objetivos e define estratégias.

Nenhum vento é favorável quando não sabemos para onde ir.

Vamos então ás etapas da elaboração do plano de marketing.

1º Conhecer-se a si mesmo –A primeira etapa é fundamentalmente conhecemo-nos melhor, tomar-mos mais consciência do que somos e de onde queremos ir.

a)      Missão – Para definir a missão, imagine que tudo era possível, não existiam limitações. O que gostaria de fazer? Que tipo de objetivos pretendia atingir?

b)      Visão – A visão é uma projeção futura da missão. O que gostaria de alcançar daqui a 5 anos? Quando tiver 80 anos como gostaria de estar?

c)       Valores – Aqui são definidos os valores que mais importância têm nas suas ações ou que na sua perspetiva serão fundamentais no “caminho” que irá percorrer.

d)      Política Pessoal – Este ponto refere-se à definição e estabelecimento de regras que facilitam o alcançar da missão, visão e valores.

2º Conheça os seus pontos fortes e fracos – Este ponto refere-se aos seus pontos positivos e negativos, nos vários níveis da sua vida. Ao nível do conhecimento, competências, relacionamentos, finanças, saúde, imagem, capacidade de trabalho, etc.

3º Conheça o seu mercado –Observe e analise o mercado de trabalho, relativamente aos mesmos níveis que se analisou no ponto anterior. Faça uma análise SWOT (Ver Psicologia Organizacional: Análise SWOT )

4º Defina Objetivos – com base no que analisou seu e do mercado de trabalho, defina objetivos (Ver Como Definir Objetivos : Ferramenta SMART)

5º Defina a Estratégia – Refere-se à forma como alcançar os objetivos. Primeiro escolher o objetivo, definir de que forma o “caminho” até o objetivo será monitorizado, proponha-se uma data ou período para a realização do objetivo e por ultimo planeie um conjunto de ações, cronologicamente sequenciadas para atingir esse objetivo. Por vezes é necessário dividir o objetivo em várias metas.

6º Monitorize os seus resultados e reformule-os se necessário – Este último ponto refere-se, a depois da estratégia ter sido posta em prática, é fundamental monitorizar e questionar os resultados e os objetivos obtidos (ou não), de forma a aperfeiçoar a estratégia. É importante considerar que à medida que vamos atingido objetivos, vamos ganhando competências, experiência e conhecimento que nos facilitará atingir objetivos futuros.

E você, já fez o seu plano de marketing? Gostaria de ajuda a elabora-lo?

Artigos relacionados:  6 Passos para Maximizar o Potêncial de Empregabilidade ; Programação NeuroLinguística Cérebro: Masculino Vs Feminino; ; NeuroPsicologia: O Cérebro Humano ; Marketing e Psicologia ; Marketing e Psicologia: 6 Pontos para Seduzir o Verdadeiro Decisor ; Como Definir Objetivos : Ferramenta SMART ; 8 Dicas para Gerir Melhor o Seu Tempo; Psicologia & Marketing Pessoal: Dicas e Importância

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+