“Ramos” da Psicologia

21 de novembro de 2012 por: Jorge Elói

A Psicologia √© uma √°rea de conhecimento, por√©m possui sub√°reas com algumas especifica√ß√Ķes. Quais s√£o essas √°reas?

A Psicologia √© uma √°rea independente de conhecimento, por√©m divide-se em v√°rias √°reas com determinadas especifica√ß√Ķes.

Psicologia Cl√≠nica ‚Äď √© uma √°rea da psicologia que se dedica ao estudo dos transtornos e perturba√ß√Ķes mentais, focando-se essencialmente nas doen√ßas mentais e implica√ß√Ķes mentais das doen√ßas ‚Äún√£o mentais‚ÄĚ. Nesta √°rea inclui o diagn√≥stico, classifica√ß√£o, etiologia e interven√ß√£o.

Psicologia da Educa√ß√£o ‚Äď √© uma √°rea da psicologia que se foca nos aspetos da educa√ß√£o. Fundamentalmente centra-se nos processos de aprendizagem e nas dificuldades das mesmas. Estuda os processos cognitivos impl√≠citos e expl√≠citos.

Psicologia da Sa√ļde ‚Äď esta √°rea da psicologia centra-se nas t√©cnicas e m√©todos psicol√≥gicos utilizados em prol da sa√ļde f√≠sica e mental. Estuda de que forma como a mente influencia o corpo e vice-versa. Foca-se em temas como doen√ßas psicossom√°ticas e na preven√ß√£o e interven√ß√£o de doen√ßas f√≠sicas atrav√©s da mente.

Psicologia das Organiza√ß√Ķes ‚Äď √°rea da psicologia que estuda os fen√≥menos psicol√≥gicos presentes nas organiza√ß√Ķes. Atua principalmente sobre a gest√£o de pessoas, escolhendo a pessoa certa para a fun√ß√£o certa, em fun√ß√£o da sua motiva√ß√£o, interesses, personalidade, etc. Otimizando os processos humanos das organiza√ß√Ķes e por consequ√™ncia, a organiza√ß√£o no seu todo.

Psicologia Ambiental ‚Äď √© uma √°rea da psicologia que se foca na forma como o meio ambiente (meio externo) influ√™ncia o ser humano e o seu comportamento. Centra-se nas formas de otimizar o ambiente para um melhor bem-estar, para um comportamento mais adequado e produtivo. Esta √°rea converge princ√≠pios arquitet√≥nicos a princ√≠pios psicol√≥gicos.

Psicologia Criminal ‚Äď √© a √°rea da psicologia que estuda os crimes e o comportamento do criminoso numa perspetiva psicol√≥gica. Estabelecendo perfis, de personalidade e comportamento, descobrindo raz√Ķes tend√™ncias, visando n√£o apenas descobrir o culpado, mas tamb√©m prevenir que o crime ocorra. Os profissionais desta √°rea colaboram com autoridades e tribunais.

Psicologia do Desenvolvimento ‚Äď esta √°rea foca-se nas altera√ß√Ķes do comportamento relacionadas com as altera√ß√Ķes do ciclo de vida e da idade. Altera√ß√Ķes ao n√≠vel motor, n√≠vel cognitivo, entendimento concetual, aquisi√ß√£o das v√°rias compet√™ncias e forma√ß√£o da identidade e personalidade. Foca-se principalmente na inf√Ęncia e adolesc√™ncia.

Psicologia Social ‚Äď √© a √°rea da psicologia respons√°vel por estudar o ser humano e o seu comportamento inserido numa sociedade. Focando-se em como a sociedade e os seus fen√≥menos influenciam direta ou indiretamente o ser humano.

Existem muitas outras √°reas da psicologia (por ex: neuropsicologia, psicologia do desporto, psicologia comunit√°ria, etc.). √Č necess√°rio referir que n√£o existe fronteira alguma a delimitar qualquer das √°reas, pois ambas t√™m a mesma base e em ultima instancia um objetivo comum: o bem-estar e felicidade do ser humano.

Com o decorrer do tempo, surgem áreas cada vez mais especificas da psicologia, centrando-se em áreas cada vez mais específicas. Porém é necessário lembrar que a base inicial e o objetivo final são comuns.

E você, qual área prefere?

Jorge Elói

facebooktwittergoogle plus

Residente no distrito de Leiria. Fundador e Criador do Espa√ßo Psicologia Free. Licenciado em Psicologia, Mestre em Psicologia da Educa√ß√£o, Hipnoterapeuta Certificado, Certificado Internacional em Coach, Formador. Conhecimentos de programa√ß√£o e Webdesigner. Experi√™ncia na √Ārea de Marketing e Comercial. Adora jogging, futebol, xadrez, aprender e uma boa conversa. Curioso, criativo e empreendedor!


ÔĽŅ

Comentarios

2 Comentaram ““Ramos” da Psicologia”
  1. Francisco disse:

    Ol√° Jorge!
    Desculpe a minha intromissão num pequeno pormenor do seu currículo, diz que é mestre em psicologia da educação. Não duvido da sua competência, que seguramente deve ser bastante, mas para se ser mestre não basta ser bom aluno ou ter estudado muito, é necessário muitos anos para se ter a mestria. Acredito que o tempo lha possa permitir obter e faço votos que assim seja. O longo caminho é que nos converte em mestres. Bem aja :)

    • Ol√° Francisco!
      Antes de mais agradeço a sua participação.
      Agrade√ßo a intromiss√£o, pois assim posso-lhe exclarecer o “pequeno pormenor” no meu curriculo que lhe chamou a aten√ß√£o.
      Ao nível académico existem vários graus:Bacharelato, Licenciatura, Mestrado e Doutoramento. Um tilular de um Bacharelato é designado Bacherel, um titular de uma licenciatura é um licenciado e um titular de Mestrado é designado como Mestre . Esta numenclatura não foi criada por mim, é a que existe atualmente nos estabelecimentos de ensino.
      Concondo consigo quando refere que a experiência é importante e fundamental para uma prática adequada, porém pouco ou nada influência o Grau de Mestre, pois um individuo pode ser Mestre com muita experiência ou ser Mestre com pouca experiência.
      Ao contrário de muitas outras áreas, como o xadrez, o reiki, as artes marciais, que ser Mestre depende da experiência, ao nível académico isso não acontece!
      Espero ter exclarecido a sua d√ļvida em rela√ß√£o aos graus acad√™micos. Deixo-lhe um link aqui a descrever o que √© um Mestrado.
      Mais uma vez agradeço o seu comentário. Volte Sempre.
      Uma boa continuação!

Sair da Resposta