Atualmente muito se fala de pensamento positivo, e do poder do pensamento. Mas terá o pensamento assim tanto poder?

O ser humano é constituído por uma dimensão física e outra psicológica, é inegável a mútua influência e interação. No entanto, apesar dessa interação óbvia e inegável atualmente, nem sempre foi obvia. Porém René Descartes, um filósofo, matemático, físico francês no século XVII, acreditava que a mente e o corpo eram coisas diferentes e independentes, mas enganou-se, já que existem provas irrefutáveis e evidentes de que a mente e o corpo são interdependentes e indissociáveis.

Psicologicamente somos constituídos por pensamentos, atitudes comportamentos, personalidade, etc. Considerando o pensamento o elemento mais básico, constituinte da maioria dos restantes elementos.

Considerar então que os pensamentos não têm influência sobre o corpo, é ignorar séculos de conhecimento.

Cada pensamento é responsável por produzir determinadas substâncias e hormonas no organismo. Quando temos medo o organismo produz umas substâncias e quando temos prazer produz outra. Quando o “medo” é muito intenso pode surgir o pânico, ou quando permanece durante muito tempo pode surgir stress e estes sintomas já têm um reflexo mais visível no corpo.

O sistema imunitário é o sistema responsável pelos mecanismos de defesa do nosso organismo face a invasores externos, tais como bactérias, vírus, fungos, elementos químicos como venenos, etc. O sistema imunitário por um lado evita que as doenças se instalem e por outro combate as já instaladas, com o objetivo de “curar” o corpo e a mente.

Existem fortes evidências que os pensamentos influenciam o sistema imunitário, resumindo, pensamentos positivos fazem-no mais forte e pensamentos negativos enfraquecem-no. Não é difícil de observar, olhem para as pessoas otimistas e pessimistas que conhecem, muito provavelmente as pessimistas terão mais doenças, as doenças permanecerão mais tempo, terão mais dores, do que as pessoas otimistas. As pessoas mais “felizes”, que mais se riem e que se divertem mais, tendencialmente têm menos doenças e recuperam mais rápido que as restantes.

O pensamento influência o corpo, logo o pensamento positivo influenciará positivamente e o pensamento negativo influenciará negativamente.

Muito se escreve sobre a força dos pensamentos, quem não conhece O Segredo e a lei da atração, pressupõe que os pensamento bons atraem coisas boas e os pensamentos maus atraem coisas más e tudo o que desejares no futuro irá ter connosco.

Não concordo completamente com estas afirmações, como podem observar Descodificando o Segredo: Lei da Atração ou Efeito Pigmaleão? . O poder do pensamento no organismo é inegável, ambos formam algo semelhante a uma equação matemática, em que corpo e mente podem ser os lados opostos de uma mesma equação. Qualquer alteração de um dos lados, irá refletir-se necessariamente no outro lado. Porém ao nível externo objetivos, na minha perspetiva apenas o pensamento positivo, não gera sucesso. O comportamento tem de ser congruente com o pensamento, isto é, não basta pensarmos positivo, o comportamento têm de ir de encontro ao pensamento positivo. Pois se pensarmos no sucesso, mas se ficarmos conformados sem fazer nada, ele não vem sozinho ter connosco, temos também que ir ao seu encontro.

Também é visível e observável as pessoas bem dispostas atraem pessoas bem dispostas. As pessoas de sucesso atraem pessoas de sucesso. Já as pessoas pessimistas atraem pessoas pessimistas.

O pensamento positivo é importante, mas o comportamento tem de ser congruente. Ter Cuidado com as palavras também é importante como vimos : Efeito Nocebo: Cuidado com as Palavras!

E você, tem pensamento positivo?

Deus: Acreditar ou não Acreditar ; 9 Dimensões para Desenvolver a Criatividade; 12 Crenças Irracionais de Ellis ; Efeito Placebo: Conheça este Incrível Efeito; Descodificando o Segredo: Lei da Atração ou Efeito Pigmaleão? ; Psicosomáticas: Doenças e Sintomas ; Gravidez Psicológica: Desejo ou Medo? ; Efeito Nocebo: Cuidado com as Palavras!

Siga-nos no Facebook , no Twitter ou no Google+